Entre os dias 8 e 10 de novembro de 2017 será realizado o IX Encontro Brasileiro da REDESTRADO. Dentro da programação do evento, diversas atividades serão realizadas no auditório da ADunicamp, com destaque para a mesa “A Precarização do Trabalho Docente nas Instituições de Ensino Superior”, a qual será realizada no dia 09/11, a partir das 9 horas. Destacamos também o debate sobre “A necessária disputa do fundo público”, que será realizado no Auditório I do IFCH, no dia 10/11, entre as 09 e 12 horas. A seguir, saiba mais sobre o encontro e confira a programação completa:

*****

IX Encontro Brasileiro da REDE ESTRADO: “Trabalho docente no século XXI: conjuntura e construção de resistências”

A Rede Latino-americana de Estudos sobre o Trabalho Docente (REDE ESTRADO), criada no final de 1999, promove encontros bienais nos países participantes voltados à divulgação e à consolidação de estudos e pesquisas sobre trabalho docente. Para além desse objetivo central propicia o intercâmbio entre pesquisadores dedicados às discussões acerca das transformações atuais concernentes ao trabalho docente em suas múltiplas dimensões e abordagens; visando fortalecer os espaços de integração e de debate coletivo entre universidades, sindicatos e associações profissionais e científicas. Os encontros têm resultado em importantes proposições para as políticas públicas destinadas ao trabalho e ao emprego de professores e professoras nos níveis locais, regionais e nacionais. A Rede, seguindo sua tradição de debate, realizará seu próximo encontro brasileiro na Unicamp – Universidade Estadual de Campinas entre 08 e 10 de novembro de 2017 com o tema “Trabalho docente no século XXI: conjuntura e construção de resistências’.

O Brasil, assim como os demais países da América Latina, tem vivenciado profundas e contraditórias mudanças nas relações de trabalho, inclusive no campo da educação. Seus reflexos são visíveis na organização e nas condições de trabalho das professoras e professores que, cotidianamente, fazem a educação nacional.

Mais informações – REDESTRADO

Os acontecimentos políticos consolidados no golpe de maio de 2016, com o impeachment da Presidente da República impõem à população a aceleração de uma avalanche de políticas públicas restritivas que exigem permanente reflexão e resistências em direção à defesa da permanência e avanço dos direitos sociais.

Essa avalanche atinge o conjunto de docentes – da educação infantil ao ensino superior – em amplo espectro: dos direitos à sala de aula. O contexto atual marcado, entre outros aspectos, pela ampliação das formas de contratação precárias, pelas novas ondas do gerencialismo público, pelos avanços dos processos de privatização, pelas tentativas de esfacelamento dos coletivos e pelas políticas de cerceamento de liberdade na atuação das professoras e professores nas instituições educacionais, exigem de nós amplo debate e construção de resistências.

 

PROGRAMAÇÃO

ABERTURA
08/11 das 9h às 12h – Centro de Convenções da UNICAMP
Conferencistas:
Myriam Feldfeber
UBA, Coordenadora América Latina REDESTRADO
José Dari Krein
CESIT/IE/UNICAMP

ENCERRAMENTO
10/11 das 20h às 22h – Centro de Convenções da UNICAMP
Conferencista:
Dalila Andrade Oliveira
UFMG – Coordenadora América Latina REDESTRADO
Aparecida Neri de Souza
FE/UNICAMP

PAINEIS

Dia 08/novembro – das 17h30 às 19h30

Trabalho Docente: perspectivas teórico-metodológicas

Auditório Zeferino Vaz – Instituto de Economia

Regulações da carreira docente no contexto internacional

Auditório Jorge Tapia – Instituto de Economia

Políticas educacionais e trabalho docente: movimentos sociais e resistências

Salão Nobre – Faculdade de Educação

Trabalho docente e currículo escolar como campo para os negócios

Auditório ADunicamp

 

Dia 09/novembro –   das 17h30 às 19h30

Políticas e processos de formação docente: mecanismos de controle a mecanismos de resistência

Auditório Zeferino Vaz – Instituto de Economia

As pesquisas no Brasil e Argentina sobre trabalho e sindicalismo de professores diante da ofensiva neoliberal

Auditório ADunicamp

Saúde e trabalho docente: o desgaste mental no contexto da precarização

Auditório Jorge Tápia – Instituto de Economia

Trabalho docente na educação superior, lugar de trabalho, qual trabalho?

Auditório I – Instituto de Filosofia e Ciências Humanas

 

Dia 10/novembro – das 17h30 às 19h30

A reforma do ensino médio e suas implicações para o trabalho docente e a educação profissional tecnológica em suas diferentes modalidades

Auditório ADunicamp

Diversidade e desigualdade no trabalho docente

Auditório I – Instituto de Filosofia e Ciências Humanas

As tecnologias no processo de trabalho docente

Auditório Jorge Tapia – Instituto de Economia

Transformações no mundo do trabalho: natureza e processos

Auditório Zeferino Vaz – Instituto de Economia

 

MESAS REDONDAS

09/11/2017 das 9h às 12h

A contra-reforma de Temer e o desmonte dos direitos trabalhista no Brasil

Auditório Zeferino Vaz – Instituto de Economia

A precarização do trabalho docente nas Instituições de Ensino Superior

Auditório ADunicamp

Redes e movimentos em defesa da escola pública

Salão Nobre – Faculdade de Educação

Trabalho Docente, Saúde e Subjetividade

Auditório Jorge Tápia – Instituto de Economia

 

Dia 10/11/2017 – das 9h às 12h

A necessária disputa do fundo público

Auditório I – Instituto de Filosofia e Ciências Humanas

Os sindicatos e a resistência à privatização da educação na América Latina e a educação básica no Brasil

Auditório ADunicamp

Trabalho docente e escola sem partido

Auditório Zeferino Vaz – Instituto de Economia

Além do documento: contribuições do marxismo para compreender a política educacional e repercussões sobre o trabalho docente

Auditório Jorge Tápia – Instituto de Economia

LANÇAMENTO DE LIVROS

09/novembro das 20h às 22h

ADunicamp

 

FILMES E VIDEOS

8, 9 e 10/novembro das 13h às 14h

Auditório da ADunicamp

 

ATIVIDADES CULTURAIS

09/novembro das 20h às 22h

ADunicamp