1

ADunicamp Solidária encerra o ano com benefícios a centenas de famílias

ADunicamp Solidária, uma das ações da campanha ADunicamp em Defesa da Vida, encerrou o ano com a entrega de centenas de cestas básicas, toneladas de alimentos, roupas e brinquedos, entre outros produtos, que beneficiaram centenas de famílias em situação de dificuldades agravadas pela pandemia da Covid-19.

A campanha Em Defesa da Vida foi iniciada pela ADunicamp em março de 2020 com o objetivo de auxiliar no combate aos impactos sociais causados pela Covid-19, especialmente nas comunidades mais vulneráveis. E desde então tem realizado ações sistemáticas de compra e arrecadação de produtos que são entregues a comunidades indicadas por entidades que atuam em diferentes segmentos sociais de Campinas e região.

Neste mês de dezembro, foram doadas nove toneladas de alimentos para as 450 famílias do acampamento Marielle Vive!, em Valinhos (fotos abaixo), e centenas de cestas básicas para entidades que atuam junto às populações pobres de bairros de Campinas e cidades da região.

A ADunicamp também contribui e participa, neste 24 de dezembro, da ação comunitária promovida por entidades de apoio a moradores/as sem-teto que ocupam edificações abandonadas nas regiões centrais e em bairros da cidade de São Paulo. “Essa ação, na data simbólica da véspera de Natal, é voltada especificamente para as crianças, com a distribuição de roupas, alimentos e brinquedos”, explica o professor André Pasti (Cotuca), um dos coordenadores da mobilização.

A entrega das nove toneladas de alimentos ao Marielle Vive! integra uma série de ações de apoio ao acampamento que a ADunicamp tem realizado, ao lado de um conjunto de entidades, e que foram reforçadas com a decisão judicial de reintegração de posse da área.

“A ameaça de despejo que pesa sobre as famílias do acampamento, sem nenhuma proposta alternativa e em plena pandemia, é totalmente injusta. As famílias recuperaram e hoje cultivam na área que estava totalmente abandonada e degradada”, avalia a presidente da ADunicamp, professora Silvia Gatti (IB). As lideranças do acampamento enviaram uma carta de agradecimento à ADunicamp, ressaltando a importância da solidariedade e dos apoios (leia abaixo).

DOAÇÕES EM DOBRO

A tradicional Gincana Cotuca, realizada anualmente com equipes de estudantes, teve características diferentes em 2020 e agora em 2021, no contexto da pandemia, com foco no reforço das ações solidárias que integram as provas.

Além dos jogos, apresentações artísticas, culturais e esportivas – todas elas realizadas virtualmente durante a pandemia – a gincana realiza também provas de solidariedade e arrecadação. “A prova de arrecadação, antes da pandemia, consistia na coleta de alimentos não perecíveis a serem entregues para entidades indicadas pelas próprias equipes competidoras. Agora, a prova consistiu na arrecadação virtual de recursos para a aquisição de cestas básicas”, conta o professor Fábio Mariano (Cotuca), um dos organizadores do evento.

A gincana, lembra o professor Fábio, tem sempre o forte componente de estimular a consciência social e solidária tanto em sua temática geral, que este ano foi “As Utopias”, como nos temas específicos das provas. “A partir deste olhar, as equipes também têm que apresentar as entidades e justificar suas indicações. Importante é que sempre temos, dentro das equipes, grupos que já atuam de alguma forma junto a essas entidades”, relata Fábio.   

A ADunicamp, além do apoio logístico que oferece todos os anos para a gincana, decidiu “dobrar a aposta” em 2021, como diz o diretor Administrativo da entidade, professor Edson Joaquim dos Santos (Cotuca). “Após avaliarmos as entidades indicadas pelos alunos para receber as doações, vimos que já trabalhávamos com todas elas dentro do nosso ADunicamp Solidária. Então levamos para a diretoria a proposta de também contribuirmos com as doações. E a decisão foi a de dobrarmos a aposta, ou seja, o ADunicamp Solidária colocaria para doações a mesma quantidade de cestas básicas arrecadada pela gincana. E foi o que fizemos”, afirma.

Ao final, a gincana arrecadou recursos para a compra de 100 cestas básicas. “Então contribuímos com outras 100 cestas, que foram distribuídas para as mesmas entidades e nas mesmas proporções propostas pelas equipes”, conta Edson.

AGRADECIMENTO

Leia, abaixo, a carta de agradecimento enviada pelas lideranças do Marielle Vive! para a ADunicamp:

“Companheiros e companheiras da ADunicamp.

Solidariedade é estender a mão ao outro e segurando-a dizer-lhe, permaneça firme na luta rumo à libertação, porque você se libertando nos libertamos juntos. É assim que nós do Acampamento Marielle Vive! recebemos a ação solidária de vocês.

Este gesto magnífico tem salvo a vida de muitos brasileiros, pois segundo o G1, 92% dos moradores em favelas só se alimentaram devido às ações de solidariedade.

Quando não se tem um Estado forte e um governo voltado para o povo, quando na cadeira da presidência está sentado um genocida, as consequências das decisões políticas e econômicas vão parar na mesa dos pobres, condenados a morrerem de Covid-19 ou de fome.

O povo brasileiro é guerreiro, trabalhador e solidário. Ele mais do que nenhum outro sabe que vizinho socorre vizinho e ‘ninguém solta a mão de ninguém’. Cada um dá do que tem e todos comem. Porque o povo brasileiro conhece a labuta e também conhece a luta e sabe que para vencer precisa continuar vivo.

Nós do Acampamento Marielle Vive, do Movimento Sem-Terra, da Grande Família Sem-Terra, queremos expressar nossa gratidão à cada companheiro e companheira da ADunicamp. Seguiremos firmes, resistentes e lutando. Juntos vamos vencer porque sabemos através da ação solidária de vocês que nunca estivemos, não estamos e não estaremos só.

Nossos votos de Boas Festas. Um ótimo Natal e um excelente Ano Novo para cada um(a) de vocês, companheiro e companheira, professor e professora, amigo e amiga de luta. Nossa casa é a casa de vocês e quando quiserem nos presentear com uma visita, serão recebidos e acolhidos com todo carinho.

Um grande e fraterno abraço.”

Fotos: Fernando Piva/ADunicamp