1

ADunicamp se solidariza com demissionários/as da Capes e protesta contra desmonte da ciência e da educação

As demissões coletivas de cientistas da Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Ensino Superior), que já chegam a 114 pesquisadores/as, são mais um desfecho da sucessão de ataques à educação e ciência que tem sido perpetrada sistematicamente pelo governo federal.

As demissões têm ocorrido devido a ação da Justiça Federal que restringiu o papel da Capes na avaliação dos cursos de pós-graduação em universidades brasileiras, num momento em que, segundo os/as cientistas, há uma “corrida desenfreada” para a abertura de pós à distância em todo o país.

A Capes, ligada ao MEC, é responsável pela coordenação de programas de pós-graduação nas universidades brasileiras, e os/as demissionários/as acusam a fundação de não agir para reverter a decisão que poderá comprometer o padrão acadêmico e provocar um “apagão de conhecimento” no país.

Recentemente, servidores do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), também ligado ao MEC, se demitiram coletivamente alegando “fragilidade técnica e administrativa da atual gestão máxima” do Instituto, inclusive na condução do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), pelo qual o órgão é responsável.

A ADUNICAMP SE SOLIDARIZA COM OS/AS DEMISSINÁRIOS/AS E SOMA SUA VOZ AOS QUE PROTESTAM E LUTAM CONTRA O DESMONTE DA EDUCAÇÃO SUPERIOR E DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA QUE VEM SENDO REALIZADO PELA ATUAL GESTÃO DO MEC E PELO GOVERNO FEDERAL!