Golpistas continuam enviando cartas a docentes, com falsos valores a serem recebidos

image_pdfimage_print

Golpistas, que se anunciam falsamente como representantes de escritório a serviço da ADunicamp ou de interesses de docentes, continuam enviando cartas a professores/as “informando” sobre a suposta existência de valores a serem recebidos em ações coletivas ou precatórios.

A última delas, enviada a vários/as docentes, fala de supostos valores consideráveis a serem recebidos em “Ação Coletiva Civil Pública contra a Previdência”. Mas, para a liberação dos valores, o/a docente teria que realizar o pagamento, através de boleto bancário, das custas judiciais e outras referentes ao falso processo. 

A ADunicamp volta a alertar, como já fez em comunicado divulgado em agosto de 2020, quando as tentativas de golpe foram identificadas, para que ninguém realize nenhum depósito. Até porque, como informa o escritório LBS, que realmente presta serviços jurídicos à entidade, não há necessidade de nenhum adiantamento para a liberação de valores judiciais e precatórios.

Rolar para cima