Como informado no comunicado “REAJUSTE DO PLANO DE SAÚDE”, de 31 de agosto de 2017, as negociações referentes ao reajuste do Plano de Saúde (Unimed) têm sido complexas, estendendo-se por um período maior que o desejado, e com um roteiro que se repete, de um lado proposta de um índice elevado por parte da Unimed Campinas devido a alta sinistralidade e, de outro, negociação por parte da Diretoria da ADunicamp para que as novas mensalidades não se tornem impraticáveis. O resultado tem sido um reajuste de compromisso, tendo em vistas os dados apresentados, porém acima dos valores das nossas correções salariais.

O Plano de Saúde da ADunicamp insere-se na modalidade Plano Coletivo por Adesão, no qual a relação se dá de forma trilateral, a saber: o contratante, que é a ADunicamp; a operadora, que é a Unimed Campinas; e os beneficiários, que são os sindicalizados à ADunicamp que aderiram ao convênio.

Nessa modalidade, o reajuste do plano é regulado pelas previsões contratuais, tendo a incidência de sinistros como o principal fator considerado no cálculo do índice do reajuste anual, não se subordinando aos limites impostos pela Agência Nacional de Saúde (ANS).

Considerando o atual perfil dos beneficiários do nosso plano, um histórico de utilização crescente e a evolução econômica do País, a diretoria da ADunicamp está prevendo que as negociações com a Unimed se tornarão cada vez mais difíceis e as correções tenderão a se manter em níveis elevados, o que já alertávamos no comunicado de 31 de agosto de 2017, quando escrevemos:

“Perspectivas – Levando-se em conta que o cenário de negociações deste ano muito provavelmente se repetirá no próximo, talvez até mesmo em condições mais adversas, pretende-se organizar uma série de reuniões com o(a)s sindicalizado(a)s que aderiram ao convênio entre a ADunicamp e a Unimed Campinas, de modo a ponderarmos, com maior antecedência, sobre as alternativas que se colocam num horizonte não apenas imediato. Com isso, poderemos negociar não apenas sabendo quais são as alternativas reais existentes (o que já ocorre no momento), mas também já tendo uma visão mais coletiva sobre o assunto.”

Assim, como previsto no comunicado, a Diretoria da ADunicamp está organizando um ciclo de encontros (inicialmente três) para que possamos compreender melhor os desafios que temos pela frente e como enfrentá-los para que continuemos tendo um plano de Saúde que seja ao mesmo tempo atrativo e sustentável.

O primeiro encontro será dedicado a uma visão mais geral dos planos de saúde e as perspectivas futuras do ponto de vistas das operadoras. Para isso, teremos uma apresentação por parte da Unimed Campinas, que exporá o seu ponto de vista.

O segundo será dedicado à apresentação/discussão da situação atual do Plano de Saúde da ADunicamp (contratos existentes, perfil dos beneficiários, sinistralidade, histórico de reajustes, etc.) será realizada pela diretoria da ADunicamp.

O terceiro encontro, será dedicado à discussão e propostas de ações para que possamos continuar tendo um plano de saúde atrativo e sustentável.

Todos os sindicalizados à ADunicamp e, em especial os beneficiários do Plano de Saúde – Unimed Campinas estão convidados a participar.

Acesse aqui e leia o Boletim na versão em PDF

Publicação realizada originalmente em 22/11/2017