1

Concertos | Quinteto de Metais da Orquestra Sinfônica da Unicamp se apresenta em Barão Geraldo e na ADunicamp

O Quinteto de Metais da Orquestra Sinfônica da Unicamp é uma das formações camerísticas da orquestra e conta, para este programa, com os músicos: Oscarindo Roque Filho e Samuel Brisolla (trompetes), Silvio Batista (trompa), Fernando Hehl (trombone) e Rafael Machado (tuba).
O repertório deste programa levará ao público peças do repertório tradicional para esta formação e arranjos especiais de música brasileira.
A Orquestra Sinfônica da Unicamp (OSU) é um corpo artístico profissional, mantido pela Universidade Estadual de Campinas, que está vinculado ao Centro de Integração, Documentação e Difusão Cultural da Unicamp (CIDDIC).

 
 
 
 
 
 
 
 
 
SERVIÇO
Quinteto de Metais da OSU: obras do repertório tradicional para Quinteto de Metais e música brasileira
15 agosto, quinta-feira, 20h
Adunicamp (Unicamp)
16 agosto, sexta-feira, 15h
Núcleo de Ação Social de Campinas
Concertos com entrada franca!
Quinteto de Metais da OSU:
Oscarindo Roque Filho, trompete
Samuel Brisolla, trompete
Silvio Batista, trompa
Fernando Hehl, trombone
Rafael Machado, tuba
Para mais informações, acesse ciddic.unicamp.br




Chá d'ADu (14/8/2019) | Espetáculo musical Corredeira

O Chá d’ADu promove uma série de apresentações no Espaço ADunicamp (restaurante na sede da entidade), para os(as) sindicalizados(as) da entidade. A próxima apresentação, que será realizada no dia 14 de agosto, terá Pedro Barsalini e banda apresentando o espetáculo musical Corredeira.
Corredeira é um espetáculo de canção popular brasileira. O repertório é estabelecido por canções autorais e co-autorais, compostas à partir da junção entre gêneros da música popular brasileira e os ritmos sagrados do candomblé, por exemplo: samba com ijexá, xote com ilu ou bolero com aguerê.
O espetáculo musical Corredeira se dá a partir da escolha de um repertório de canções autorais e co-autorais que formam uma dramaturgia sensível e profunda. Envolvido pela música e cenário, o público mergulhará em suas próprias memórias e experiências com as águas.
Das composições e repertório
A água é tema recorrente na poética das canções brasileiras, impossível não notar e ser contagiado pela exuberância, beleza e abundância desse bem natural do Brasil. Diversas vezes abordada, a água – assim como o amor, o dinheiro ou a morte – tem seu próprio repertório temático consagrado na música brasileira, por exemplo: Água (Djavan); Mar e Lua (Chico Buarque); O Rio de Piracicaba (Tião Carreiro e Pardinho); Cântico (Regina Machado); Timoneiro (Paulinho da Viola); Riacho de Areia (Domínio Público); Xote de Navegação (Dominguinhos). No repertório previsto estarão as músicas:
Água de Moringa (Diogo Nazareth/Pedro Barsalini/Matheus Crippa)
Banho (Pedro Barsalini),
Água (Djavan),
Correnteza (Tom Jobim),
Sal D’água (Pedro Barsalini/Samantha Francisco),
Cachoeira (Dudu Ferraz/Guilherme Cruz, arranjo de Pedro Barsalini)
Cântico (Regina Machado, arranjo de Pedro Barsalini).
Ficha técnica do projeto
Pedro Barsalini – violão e voz
Leandro Barsalini – bateria
Carol Leão – piano
Théo Fraga – baixo
SERVIÇO
Corredeira
14/AGOSTO/2019
19 às 21 HORAS
ESPAÇO ADUNICAMP (restaurante na sede da entidade)
Entrada Franca
 




Lançamento: “O fim do envelhecimento”, do biogerontologista britânico Aubrey de Grey (23/AGO)

 

Capa do livro “O fim do envelhecimento”- NTZ, 2019.
Capa do livro “O fim do envelhecimento”- NTZ, 2019.

O livro “O fim do envelhecimento”, um clássico da moderna ciência do rejuvenescimento, escrito pelo biogerontologista britânico Aubrey de Grey, será lançado no auditório da Adunicamp em Campinas no próximo dia 23 agosto em sua versão em português. Comparecerão ao evento, que começa às 19h, os dois tradutores e editores do livro — Nicolas Chernavsky e Nina Torres Zanvettor — e o professor Marcelo Mori, pesquisador principal do Laboratório de Biologia do Envelhecimento e chefe do Departamento de Bioquímica e Biologia Tecidual do Instituto de Biologia da Unicamp.
Com o título original de Ending Aging, a obra já tem versões publicadas em alemão, espanhol, russo, francês, japonês e italiano, além da versão original em inglês, de 2007. Desde então, as propostas científicas defendidas pelo Dr. de Grey no livro vêm sendo cada vez mais implementadas nos laboratórios e empresas de biotecnologia ao redor do mundo e na instituição de pesquisa liderada por ele, a Fundação de Pesquisa SENS, nos EUA. Inclusive, já estão em testes clínicos em humanos várias das terapias propostas em “O fim do envelhecimento” para reparar os danos celulares e moleculares do envelhecimento cujo acúmulo leva ao surgimento das doenças relacionadas ao envelhecimento, como o mal de Alzheimer, o mal de Parkinson, o câncer, as doenças cardiovasculares e a diabetes, que matam a cada dia cerca de 110 mil pessoas.
Em especial, uma das terapias propostas pelo Dr. de Grey em “O fim do envelhecimento” que está atualmente em testes clínicos em humanos, despertando grandes esperanças, é a eliminação das células senescentes, que são um tipo de célula que se acumula no corpo humano ao longo dos anos causando danos às células vizinhas e ao corpo em geral. Os testes em humanos ocorrendo atualmente quanto a essa questão serão um dos pontos a serem discutidos no evento.
Aubrey de Grey é PhD em biologia pela Universidade de Cambridge (Reino Unido), diretor científico da Fundação de Pesquisa SENS, na Califórnia (EUA), vice-presidente de novas descobertas tecnológicas na empresa AgeX e editor-chefe do periódico científico Rejuvenation Research. A essência de sua proposta para desfazer o envelhecimento são as estratégias que denominou de SENS (sigla em inglês para “Estratégias para a Senescência Negligível Engenheirada”), um conjunto de terapias detalhadamente expostas em “O fim do envelhecimento”.
O biogerontologista britânico Aubrey de Grey

No evento do dia 23 de agosto, além da exposição dos tradutores e editores do livro (da NTZ Publicações) e da análise do professor doutor Marcelo Mori, será exibido um breve vídeo com os principais comentários feitos pelo autor do livro, o Dr. Aubrey de Grey, em sua rápida passagem pelo Brasil durante o último mês de junho, ocasião na qual lançou pessoalmente o livro em São Paulo e respondeu a várias perguntas sobre a obra. Ao final do evento do dia 23 de agosto, o livro estará à venda para os interessados.
Atualmente, o envelhecimento da população do mundo, pelo aumento da longevidade e a redução das taxas de fecundidade, apresenta uma perspectiva de médio e longo prazo para a humanidade em que os sistemas de saúde e de seguridade social serão cada vez mais pressionados em termos de custo. Assim, além da questão humanitária quanto à saúde e a vida, a questão social e econômica do envelhecimento médio da população humana confere ainda mais importância à possibilidade de se evitar as doenças relativas ao envelhecimento através da reversão do próprio envelhecimento.
Abaixo, Nina Torres Zanvettor e Nicolas Chernavsky, tradutores e editores do livro, e Marcelo Mori, professor doutor do Instituto de Biologia da Unicamp.

 
 
 
 
 
SERVIÇO:
Data: 23 de agosto de 2019
Horário: 19h
Local: auditório da Adunicamp (Avenida Érico Veríssimo, 1479, Cidade Universitária, Campinas/SP)
Entrada franca




Cineclube com Debate | GIG – A Uberização do Trabalho (20/08)

O filme-documentário “GIG – A Uberização do Trabalho” será exibido dia 20 de agosto de 2019 (terça-feira), às 19 horas, no auditório da ADunicamp. Esta é uma realização da Área de Saúde do Trabalhador e do Departamento de Saúde Coletiva da FCM em parceria com a ADunicamp. Após a exibição, haverá debate com os diretores do filme.
O documentário aborda a questão de como o trabalho mediado por aplicativos e plataformas digitais cresce no mundo todo. Mas o avanço da “gig economy”, chamada no Brasil de “uberização”, vem despertando debates sobre a precarização e a intensificação do trabalho.

Haverá debate após a exibição, com a participação de:
Carlos Juliano Barros | Diretor do filme
Caue Angeli | Diretor do filme
Maurício Monteiro Filho | Diretor do filme
Prof. Sergio Roberto de Lucca | FCM/UNICAMP
Prof. Ricardo Antunes | IFCH/UNICAMP
Fabiola Junges Zani | Procuradora do MPT 15ª Região
& Convidados
Realização: Área de Saúde do Trabalhador, Departamento de Saúde Coletiva, Faculdade de Ciências Médicas / UNICAMP
Apoio: Repórter Brasil, ADunicamp, CEREST Estadual de São Paulo, Ministério Público do Trabalho – 15ª Região, epiGeo UNICAMP
Ficha Técnica
“GIG – A Uberização do Trabalho” é uma realização da Repórter Brasil
Direção
Carlos Juliano Barros
Caue Angeli
Maurício Monteiro Filho
Direção de fotografia
Caue Angeli
Roteiro
Carlos Juliano Barros
Maurício Monteiro Filho
Narração
Gustavo Engracia
Direção de arte e Motion Graphics
Mogen
Trilha sonora e Mixagem de áudio
Gustavo Monteiro
Big Sur Studio
Assistente de edição e Assistente de câmera
Alex Duvidovich
Color Grading
Leandro Lamezi
Produção executiva
Carlos Juliano Barros
Repórter Brasil – Presidente
Leonardo Sakamoto
Secretário executivo
Marcel Gomes
Financeiro e Administrativo
Fabiana Garcia
Juliana Fuhrmann
Marília Ramos
Marta Vieira
SERVIÇO: 
Site: reporterbrasil.org.br/gig
DATA: 20 de agosto de 2019 (terça-feira)
HORÁRIO: 19 horas
LOCAL: Auditório da Adunicamp
Entrada franca
 




Teatro na ADunicamp | Paulo Freire, o andarilho da utopia (22/7)

“Não é possível refazer este país, democratizá-lo, humanizá-lo, torná-lo sério, ofendendo a vida, destruindo sonho, inviabilizando o amor. Se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda.”

Este foi um dos últimos escritos do mestre Paulo Freire antes de falecer em 02 de maio de 1997. Assustadoramente atual. Em tempos em que a educação pública corre o risco de ser drasticamente reduzida, lutar pela dignidade humana é fundamental. Isso é Paulo Freire mais vivo do que nunca! “Paulo Freire, o andarilho da utopia” é um monólogo teatral inspirado na trajetória e na obra do patrono da Educação Brasileira, que marca os 40 anos de atividade artística do ator e palhaço Richard Riguetti.
Foi a partir do legado que Paulo Freire deixou na mente e corações dos brasileiros, que Richard Riguetti (ator), Luiz Antônio Rocha (encenação) e Junio Santos (dramaturgia) decidiram levar a emocionante e inspiradora vida do educador para os palcos no espetáculo “Paulo Freire, o andarilho da utopia” – e lá também reproduzem a icônica entrevista de 97. Após passagens pelo Espírito Santo, Rio Grande do Norte e Rio de Janeiro, o espetáculo, que já foi assistido por quase 5 mil pessoas, derrama no palco a trajetória e os causos de um dos mais notáveis pensadores da história da educação mundial. A peça propõe uma reflexão, mostrando a sociedade e o planeta em constante mudança através da ótica Freiriana, misturando elementos das linguagens do teatro, do palhaço e do teatro de rua.
A encenação de Luiz Antônio Rocha (‘Frida Kahlo, a Deusa Tehuana’; ‘Brimas’ e ‘Zilda Arns, a dona dos lírios’) propõe uma estrutura narrativa que leva a um lugar de ideias e reflexão. Ele explica: “O brasileiro gosta de histórias. Gosta de pessoas que inventam, que abrem caminho, que enfrentam desafios, que são corajosas. O brasileiro está imerso em crenças fortes, em uma diversidade e cultura preciosas. Nossa brasilidade carrega paixão e acolhe arte antes mesmo de saber que é arte. Assim trazemos a presença iluminada de Paulo Freire através de uma dramaturgia que abarca formas brincantes como o circo e o teatro de rua. Essa brincadeira que propomos rompe barreiras de tempo e lugar. Nos leva à lua, um lugar de exílio e reflexão. Traz o encanto das palavras encharcadas de significados tão amorosas de Paulo Freire e de suas ideias. São ideias mais que nunca atuais, vivas e necessárias diante da realidade que neste momento nos envolve” destaca o diretor.
SERVIÇO: 
Dramaturgia – Junio Santos / Ator – Richard Riguetti / Encenação – Luiz Antônio Rocha
Facebook: paulofreireoandarilhodautopia
DATA: 22 de julho de 2019
HORÁRIO: 19 horas
LOCAL: Auditório da Adunicamp
Entrada franca, reservas pelo e-mail imprensa@adunicamp.org.br
Capacidade: 130 lugares
Recomendado para maiores de 12 anos




Concertos 2019 | Arthur Endo & Guilherme Saka

Duo Arthur Endo & Guilherme Saka – turnê Colômbia
O projeto Arthur Endo & Guilherme Saka reflete a trajetória de dois jovens instrumentistas com o intuito de explorar a multiplicidade de texturas musicais do universo brasileiro. Cada membro do duo vem desenvolvendo sua carreira no Brasil, Estados Unidos e Europa, participando de festivais, competições e workshops. Nese projeto o duo se une para realizar uma turnê na Colômbia programada para Abril e Maio de 2019, passando por Bucaramanga, Calí e Bogotá.
A proposta do duo é revisitar a obra dos grandes compositores da música brasileira, apresentando suas trajetórias e as experiências individuais como solistas.
O repertório contempla desde compositores tradicionais dos princípios do gênero (como João Pernambuco, Ernesto Nazareth e Pixinguinha) até vertentes mais modernas de compositores como Tom Jobim e Guinga, passando também pela obra emblemática de Jacob do Bandolim e por composições autorais de Guilherme.
SERVIÇO
19/Junho/2019
19H00 às 21H00
Auditório da ADunicamp
Entrada franca




Concertos 2019 | Ana Salvagni & Eduardo Lobo

O amor ausente, que envolve e deixa saudade, é tema universal e atemporal, presente na canção popular brasileira desde sempre, vestido de roupagem variada, ora com leveza e despojamento, ora com lirismo e refinamento.
No espetáculo Canção do Amor Distante, o duo Ana Salvagni & Eduardo Lobo apresenta de forma delicada e profunda a união do canto com o violão, reunindo algumas das mais belas canções brasileiras em diversos ritmos e cores, e algumas canções estrangeiras que passeiam pelo lirismo italiano e pelo ritmo sul-americano.
Em um preciso equilíbrio entre presença individual e entrega aos arranjos enquanto duo, o espetáculo se desenrola dentro de uma atmosfera poética, possibilitando a fácil identificação do público com as formas diversas em que se mostra a saudade cantada.
SERVIÇO
08/MAIO/2019
19 às 21H
Auditório da ADunicamp
Entrada franca
 




Chá d'ADu (16/10) | SAKAMUTA GUIL

No próximo dia 16 de outubro (terça-feira), ocorrerá nova sessão do Chá d’ADu no restaurante da ADunicamp. A apresentação musical ficará a cargo do grupo SAKAMUTA GUIL, duo formado por Guilherme Sakamuta e Maurício Guil, ambos estudantes do curso de música popular da UNICAMP. Músicos atuantes no cenário musical do samba e do choro na cidade Campinas, integrantes do conjunto Regional da Vila, apresentam um repertório de caráter intimista, revisitando obras consagradas de nomes considerados como pilares da música brasileira. Compositores como Ernesto Nazareth, Pixinguinha e Jacob do Bandolim ganham novas interpretações pelo duo formado por bandolim e violão de sete cordas de aço. O duo tem em sua proposta estética, resgatar as composições do gênero musical mais antigo do Brasil, e trazer a luz de nosso tempo o muito que ainda há de moderno na tradição do choro.
Chá d’ADu
Trata-se de mais uma iniciativa da ADunicamp no sentido de oferecer aos membros da entidade uma oportunidade de convívio aliada a atividades culturais, tais como o Cineclube e os Concertos.
Serviço
SAKAMUTA GUIL
Data – 16 de outubro (terça-feira)
Horário – a partir das 17 horas
Local – Espaço ADunicamp (restaurante na sede da entidade)
Entrada Franca

 




Chá d´ADu (21/8) | Signori & Mauad Jazz Band

O Chá d’Adu promove uma série de apresentações musicais no Espaço ADunicamp (restaurante na sede da entidade). A próxima apresentação será com o grupo Signori & Mauad Jazz Band. Nascido nos porões do instituto de artes, a Signori e Mauad Jazz Band surgiu da amizade de dois estudantes do departamento de música popular da UNICAMP. Após algumas “canjas” nos corredores da faculdade, surgiu a ideia de formalizar um projeto para a preservação dos Standards de jazz e canções brasileiras, com arranjos elaborados e inéditos. Esta ideia cresceu, e hoje a Signori & Mauad Jazz Band atua em diversas formações em eventos e bares nas regiões de Campinas, Poços de Caldas e Brotas.
Signori e Mauad Jazz Band
Website: http://signoriemauad.com/
Facebook: @signoriemauadjazzband
Instagram: signoriemauadjazz
YouTube: Signori & Mauad Jazz Band
SERVIÇO
Signori & Mauad Jazz Band
21/AGOSTO/2018
17 às 19 HORAS
ESPAÇO ADUNICAMP
(restaurante na sede da entidade)
Entrada Franca