ADunicamp apoia reivindicações para garantir qualidade de atendimento em Centro de Saúde

image_pdfimage_print

A ADunicamp apoia as mobilizações do Conselho Local de Saúde do Centro de Saúde da Vila Boa Vista e Parque Via Norte que, juntamente com outros conselhos da região Norte de Campinas, reivindica ações urgentes para solucionar deficiências estruturais que têm criado gargalos críticos no atendimento à população daquela região. Os Conselhos estiveram no Paço Municipal da Prefeitura de Campinas nesta terça-feira (20/09), em protesto, contra essa situação degradante!

O CMS (Conselho Municipal de Saúde), que acompanha o caso e se posiciona oficialmente a favor das reivindicações, estima que o Centro de Saúde atenda mais de 14 mil pessoas, a grande maioria dependente do SUS. A demanda diária, com três equipes de Saúde da Família previstas para atuar no Centro, seria de 300 atendimentos. “Mas, no atual momento, não temos nem uma equipe completa”, informa o CMS em ofício enviado à Secretaria Municipal de Saúde em 12 de setembro.

As equipes têm atuado com carga horária excessiva e exaustiva e, mesmo assim, não têm dado conta de alta demanda, o que tem gerado “cada vez mais conflitos entre usuários e trabalhadores, muitas vezes ocasionando ameaças e ofensas”.

“Na maioria dos casos, os conflitos são oriundos da procura dos usuários por atendimento médico o qual não encontra e da dificuldade da oferta de agenda para consulta, seja para renovação de receitas e receitas de alto custo, pedidos de novos exames ou reavaliação para pacientes com doenças crônicas”, aponta o documento do Conselho.

Os conselhos reivindicam a reposição dos médicos pediátricos das três equipes da estratégia de saúde das crianças, contratações de mais dois médicos generalistas e de mais um profissional odontológico, de enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem.

As reivindicações incluem também o fornecimento de exames e remédios de uso contínuo da rede pública, de medicamentos de profilaxia para prevenir HIV, entre outros problemas como reformas estruturais e facilitação de acesso ao Centro.

Rolar para cima