A  pedido do Fórum das Seis, a Frente Parlamentar em Defesa das Universidades Públicas no Estado de SP realizará um ato/audiência pública nesta terça-feira, 14/8, às 10h30, no Auditório Franco Montoro, na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp).

Caravanas de várias partes do estado estão sendo esperadas, com servidores docentes, técnico-administrativos e estudantes da Unesp, Unicamp, USP e Centro Paula Souza (Ceeteps).

Para o evento, foram convidadas as reitorias das três universidades e a direção do Ceeteps. O objetivo é debater a crise de financiamento que assola essas instituições de ensino, pesquisa e extensão, bem como as propostas de solução apresentadas pelo Fórum das Seis e consolidadas em emendas à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO- 2019), em trâmite na Alesp.

Impasse continua

Até o fechamento deste boletim, em 13/8/2018, ainda permanecia na Alesp o impasse político que vem travando a votação da LDO-2019, que estabelece quais serão os percentuais do orçamento paulista para cada setor no próximo ano. Tradicionalmente, ela é aprovada até o final de junho ou início de julho, precedendo o recesso parlamentar. Neste ano, a bordo de uma disputa política que rachou a antiga base governista entre as candidaturas de João Doria (PSDB) e Márcio França (PSB) ao Palácio dos Bandeirantes, não há previsão de que a LDO seja aprovada antes de agosto. Alguns chegam a arriscar que essa pendência possa se arrastar para depois das eleições de outubro.

Assim como faz todos os anos, o Fórum das Seis enviou propostas de emendas ao projeto de LDO elaborado pelo governador, reivindicando mais recursos para as universidades estaduais paulistas e o Centro Paula Souza (que mantém as ETECs e FATECs). Embora a luta se dê em campo minado – a base governista historicamente é majoritária e bloqueia nossas propostas – já obtivemos conquistas, especialmente em momentos de fissura política entre os partidos da base de apoio ao Palácio dos Bandeirantes como a que ocorre agora.

Neste quadro, a realização do ato/audiência pública é muito importante. É hora de pressionar os deputados, lembrando a eles que a comunidade acadêmica, somando os três segmentos destas instituições, é de cerca de 550 mil pessoas – o que pode ser multiplicado por quatro, em média, se considerarmos as respectivas famílias. Ou seja, influenciamos cerca de 2,2 milhões de pessoas e estamos atentos àqueles que votarem a favor da educação pública, gratuita e de qualidade.

Lanches do Fórum das Seis

Logo pela manhã, o Fórum das Seis colocará lanches à disposição dos manifestantes. Eles serão servidos na entrada da Assembleia Legislativa voltada para o 2º Batalhão da PM, mesmo local dos atos anteriores. Chegue, pegue seu lanche e dirija-se ao auditório Franco Montoro!