Assembleia ADunicamp – 24 de setembro, segunda-feira, 11h45 em primeira chamada, 12h15 em segunda chamada

Ponto de pauta: Aumento da arrecadação do ICMS e ampliação das progressões na carreira

Como o Fórum das 6 e a ADunicamp afirmavam desde o mês de maio – quando se iniciou a data-base de 2018 – a arrecadação do ICMS prevista para 2018 vem sendo superada pela arrecadação real. Sistematicamente, o CRUESP não quis ver este movimento de recuperação do ICMS e nos impôs 1,5% de reajuste salarial.

Nossos estudos continuavam a apontar um aumento da arrecadação do ICMS. A ADunicamp, então, na negociação direta com a Reitoria da Unicamp, propôs vincular os recebíveis referentes a este aumento da arrecadação ao destravamento das progressões na carreira. Disso resultou o compromisso em que 10% da ampliação da arrecadação fosse direcionada às carreiras (dividida entre docentes, funcionários e pesquisadores).

Pelos dados apresentados pela Reitoria à Comissão de Orçamento e Patrimônio (COP), haverá um acréscimo de recursos à Unicamp da ordem de R$ 51,2 milhões. Deste acréscimo, a Reitoria está retirando os custos do reajuste de 1,5% (R$ 17.638.541,00) e ainda o referente aos custos do reajuste no auxílio alimentação (R$ 5.730.000,00). Não concordamos com este “desconto”, mas a Reitoria insiste em fazê-lo.

Disso resulta que “sobram” R$ 27,8 milhões. A Reitoria então direciona 10% deste valor – ou seja, R$ 2,7 milhões para as carreiras dos servidores. É este recurso que será aplicado – segundo propõe a Reitoria – às carreiras dos servidores (docentes, funcionários e pesquisadores).

Na próxima reunião do Conselho Universitário, no próximo dia 26, haverá o debate sobre a segunda revisão do orçamento da Unicamp e este encaminhamento da Reitoria, aprovado na COP, será colocado à votação. Nesta reunião, vamos atuar para que seja aprovada esta ampliação das progressões. A Assembleia será fundamental para organizar nossa luta!

É muito importante que os representantes do CR nas Unidades, bem como o conjunto de docentes, possam nos ajudar a avaliar a situação das progressões nas Unidades e trazer esta avaliação à Assembleia.

COMPARTILHE