O espetáculo “Café Tango toca Astor Piazzolla” divulga as obras de um dos maiores compositores da América Latina. Criador do estilo “Tango Novo”, fundiu elementos da música contemporânea e da música popular moderna para criar uma linguagem própria dotada de drama, sensualidade e paixão, característicos do Tango argentino, sem perder o vínculo com uma tradição experimental de grandes compositores europeus do Séc. XX como Béla Bartók e Igor Stravinsky. O espetáculo inclui obras importantes como as “Las Cuatro Estaciones Porteñas” – uma referência a “Le Quattro Stagioni” de Antonio Vivaldi – e outras obras como “La Suite del Ángel”, originalmente trilha sonora para a peça de teatro “El Tango del Angel”.

O Grupo

Com mais de 10 anos de história, Café Tango é atualmente o único com formação de quinteto típico no Brasil. O quinteto típico é originalmente formado por violino, piano, guitarra elétrica, contrabaixo e bandoneón. O Café Tango substitui o bandoneón pela sanfona, instrumento mais comum no Brasil. Os integrantes são músicos brasileiros com formação clássica e popular, e tem vasta experiência em linguagens diferentes como a música de concerto, o jazz e a música brasileira. Em seus primórdios, em 2005, o grupo se dedicou a pesquisar e as obras do compositor argentino Astor Piazzolla. Possui em seu repertório muitas das obras mais importantes do compositor – trabalho que já resultou em 2 CDs, ambos esgotados. Atualmente se dedica a experimentação, aos processos composicionais e às possibilidades sonoras oferecidas pela formação. Por meio de obras originais próprias e arranjos de músicas influentes para o grupo, produz também um trabalho autoral muito original, dotado de identidade única.

Formação

violino – Fabio dos Santos
sanfona – Edu Guimarães
guitarra – Juan Pablo Ferrero
piano – Pedro Assad
contrabaixo – Taís Gomes

Serviço

Café Tango na ADunicamp
Data – 10/08 (5ª feira)
Horário – 20h
Local – Auditório da ADunicamp
Entrada Franca