Feminicídio – O que é e como resistimos” é o tema da quarta edição do programa S/A-Sala Aberta, que vai ao ar no próximo domingo, 19, com a participação de estudiosas e militantes de diversos coletivos do movimento feminista. Ao longo do programa, atrizes do Grupo do Percurso Teatral da Rede Usina Geradora de Cultura realizarão intervenções artísticas com propostas de reflexão sobre os temas tratados.

Dividido em três blocos, o programa vai falar das questões jurídicas e legais ligadas ao termo ‘feminícidio’; dos modelos e linguagens discriminatórios de gênero disseminados, e por vezes ocultos, na Educação e nos meios de comunicação; e, por fim, trará um amplo painel da história e do perfil atual das lutas feministas no Brasil e no mundo.

Participarão do programa: Amelinha Teles (União de Mulheres de São Paulo, Promotoras Legais Populares, Comissão de Familiares de Mortos e Desaparecidos Políticos, Comissão da Verdade do Estado de São Paulo “Rubens Paiva”), Maria Lucia da Silveira (socióloga da Prefeitura de São Paulo e ativista da Marcha Mundial das Mulheres), Cibele Rodrigues (Frente de Mulheres Negras de Campinas, Casa de Cultura Taimã, Grupo de Cultura Popular Urucungus, Puítas e Quijengues), Erika Zucatti da Silva (Coletivo Parajás – Juristas Feministas, advogada popular da Renap, secretária-executiva do CMDHC, advogada voluntária da ONG SOS Mulher e Família, promotora Legal e Popular do PLPs), Aline Travaglia (psicóloga, psicanalista, mestre em psicologia social pela PUC-SP e doutoranda em saúde pública pela USP), Maria Lúcia da Silveira, (socióloga e ativista da Marcha Mundial de Mulheres), Sidélia Luiza de Paula Silva (mestranda em Ciência Política na área de Política Pública e Desenvolvimento no Departamento de Ciência Política do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Unicamp e integrante da Frente de Mulheres Negras de Campinas e Região e do Coletivo de Mulheres Negras Lélia Gonzalés), Juliana Bernal (Promotoras Legais Populares).

O cenário desta quarta edição do programa está a cargo de Edi Silva, Camila Novaes – que também são responsáveis pelo figurino do grupo cênico – e Samuel Pérsio.

S/A-SALA ABERTA

S/A-Sala Aberta é uma produção da ADunicamp (Associação de Docentes da Unicamp) em parceria com seis coletivos das áreas de comunicação e vídeo, destinado a debater as principais questões sociais, políticas e econômicas da sociedade brasileira.

O programa é transmitido ao vivo pelo site  www.salaaberta.org.br e as gravações com a íntegra de todos os programas já realizados também ficam disponíveis no site.

As três primeiras edições de S/A-Sala Aberta trataram da Reforma Trabalhista, da Reforma do Ensino Médio e da Reforma da Previdência.

Os coletivos que também integram a equipe do programa são: Comunicadores Populares, Mídia Livre VaiJão, Socializando Saberes, Usina Geradora, NINA e a TV Comunitária Cidade Livre.

——————————

Serviço
O programa, aberto ao público, é realizado no auditório da ADunicamp, na Avenida Érico Veríssimo, 1479, na Cidade Universitária, em Barão Geraldo – Campinas.
Telefone: (19) 3521-2479